Delegado de Polícia Substituto - Polícia Civil MG - Direito Civil

Responda as 10 questões do simulado abaixo (Delegado de Polícia Substituto - Polícia Civil MG - Direito Civil). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

10 questões Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior

20 resolveram
30% acertos
Difícil
0 gabaritaram
0 ótimo
4 bom
12 regular
4 péssimo

1Questão 57985. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Amanda tem 15 anos de idade. Mateus, por deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática pessoal dos atos da vida civil. Tício é excepcional, sem desenvolvimento mental completo. De acordo com o Código Civil e o Estatuto da Pessoa com Deficiência, considera(m)-se absolutamente incapaz(es) de exercer, pessoalmente, os atos da vida civil:

2Questão 57986. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Considere as seguintes afirmativas a respeito do domicílio da pessoa natural:

I. Tem como regra geral o lugar onde a pessoa estabelece a sua residência com ânimo definitivo.
II. Considera-se também como domicílio da pessoa natural, quanto às relações concernentes à profissão, o lugar onde esta é exercida.
III. Se houver exercício da profissão em lugares diversos, o local da contratação constituirá domicílio para as relações que lhe corresponderem.
IV. Muda-se o domicílio, transferindo a residência, com a intenção manifesta de o mudar. A prova da intenção resultará do que declarar a pessoa às municipalidades dos lugares, que deixa, e para onde vai, ou, se tais declarações não fizer, da própria mudança, com as circunstâncias que a acompanharem.

Estão CORRETAS apenas as afirmativas:

3Questão 57987. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

De acordo com o disposto no Código Civil a respeito dos bens, é CORRETO afirmar:

4Questão 57988. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Sobre a prescrição e a decadência, é CORRETO afirmar:

5Questão 57989. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Nas obrigações negativas, o devedor é considerado inadimplente:

6Questão 57990. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Considere as seguintes afirmativas a respeito do direito das obrigações:

I. O credor de coisa certa não pode ser obrigado a receber outra, ainda que mais valiosa.
II. Não incorre na obrigação de indenizar perdas e danos o devedor que recusar a prestação a ele só imposta, ou só por ele exequível.
III. Na obrigação de dar coisa incerta, antes da escolha, não poderá o devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior ou caso fortuito.
IV. Quando a obrigação é indivisível, os devedores são solidários, de sorte que a remissão de um aproveita a todos, extinguindo a dívida.

Estão CORRETAS apenas as afirmativas: 

7Questão 57991. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

A respeito da posse, é CORRETO afirmar:

8Questão 57992. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Considere as seguintes afirmativas a respeito do direito de família:

I. A diversidade de sexos entre os companheiros não é requisito essencial para a configuração da união estável.
II. A pessoa casada, mas separada de fato, pode constituir união estável.
III. De acordo com jurisprudência pacificada no âmbito do Superior Tribunal de Justiça, na união estável, na ausência de contrato de convivência, a partilha de bens exige prova do esforço comum.
IV. A pessoa divorciada, enquanto não houver sido homologada ou decidida a partilha de bens do casal, não pode constituir união estável.

Estão CORRETAS apenas as afirmativas:

9Questão 57993. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Frederico, com 72 anos de idade, viúvo e sem herdeiros necessários, em março de 2016 procurou um tabelionato de notas na cidade de Belo Horizonte/MG e fez um testamento público, determinando que todos os seus bens deveriam ser transmitidos à Santa Casa de Belo Horizonte. Em dezembro de 2016, Frederico, que possuía apenas um parente vivo, o seu tio Aristóteles, resolveu adotar Pedro, de 10 anos de idade, vindo a falecer um ano após. Sobre a sucessão de Frederico, é CORRETO afirmar:

10Questão 57994. Direito Civil, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Ensino Superior, 2018

Considere as seguintes afirmativas a respeito do direito das sucessões:

I. Ninguém pode suceder, representando herdeiro renunciante. Se, porém, ele for o único legítimo da sua classe, ou se todos os outros da mesma classe renunciarem à herança, poderão os filhos vir à sucessão, por direito próprio, e por cabeça.
II. Fideicomisso é meio pelo qual o testador pode instituir como fideicomissário os não concebidos ao tempo de sua morte. Assim, é possível instituir fideicomisso em que contemplem, sucessivamente, determinada pessoa, seu filho e seu neto.
III. O testador pode estabelecer cláusula de inalienabilidade sobre os bens da parte legítima, desde que exponha uma justa causa para tanto.
IV. É lícito o testamento conjuntivo recíproco entre marido e mulher, quando o regime de bens do casamento for da comunhão universal.

Estão CORRETAS apenas as afirmativas: