Residência Médica - Infectologista - HUB - Cirurgia Geral

Responda as 3 questões abaixo (Residência Médica - Infectologista - HUB - Cirurgia Geral). Ao terminar, clique no botão para ver sua nota e o gabarito. Boa prova!

3 questões Medicina, Cirurgia Geral, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Superior

14 resolveram
45% média
Difícil
2 gabaritaram
2 Ótimo
4 Bom
5 Regular
3 Péssimo
Texto associado.

Um homem de 60 anos de idade com diagnóstico de colecistite crônica calculosa será submetido à colecistectomia videolaparoscópica. Ele também apresenta hipertensão arterial sistêmica, em uso de medicação, com bom controle da pressão; não tem outras queixas ou doenças associadas além das citadas e não faz uso de outros medicamentos.

Considerando o caso clínico apresentado, a avaliação pré-operatória desse paciente e o ato anestésico, julgue os itens subsequentes.

Nesse paciente, o uso do anestésico inalatório halotano promove o aumento da pressão arterial, por provocar aumento da resistência vascular sistêmica.
Texto associado.

Um homem de 60 anos de idade com diagnóstico de colecistite crônica calculosa será submetido à colecistectomia videolaparoscópica. Ele também apresenta hipertensão arterial sistêmica, em uso de medicação, com bom controle da pressão; não tem outras queixas ou doenças associadas além das citadas e não faz uso de outros medicamentos.

Considerando o caso clínico apresentado, a avaliação pré-operatória desse paciente e o ato anestésico, julgue os itens subsequentes.

Em casos semelhantes ao apresentado, geralmente é permitido ao paciente, durante o período perioperatório, continuar utilizando as medicações anti-hipertensivas.
Texto associado.

Um homem de 60 anos de idade com diagnóstico de colecistite crônica calculosa será submetido à colecistectomia videolaparoscópica. Ele também apresenta hipertensão arterial sistêmica, em uso de medicação, com bom controle da pressão; não tem outras queixas ou doenças associadas além das citadas e não faz uso de outros medicamentos.

Considerando o caso clínico apresentado, a avaliação pré-operatória desse paciente e o ato anestésico, julgue os itens subsequentes.

De acordo com a ASA (American Society of Anesthesiologists), esse paciente é classificado, quanto ao estado físico, como ASA I, pois a doença sistêmica que apresenta é leve e está compensada.

Veja também...