← Mais simulados

Simulado: Almoxarife - Português - Prefeitura Silvânia GO

Ao Terminar de Resolver o Simulado, Clique em Corrigir para ver o Gabarito. Questões da Prova - Almoxarife - Português - Prefeitura Silvânia GO .

1.048 resolveram
52% acertos
Médio
13 gabaritaram
134 ótimo
537 bom
347 regular
30 péssimo

Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
O primeiro período do texto apresenta duas orações. O que a segunda oração exprime em relação à primeira?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Por quantas orações é formado o segundo período?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Na frase do texto: “Todos haviam fugido ou sido levados pela enchente”. Identifique as vozes verbais dos termos destacados, respectivamente.
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Qual o tipo de predicado na oração: “Ela não foi boba”?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Na frase: “Não fugiu para o monte como fizeram os outros”. Qual a relação de sentido da conjunção destacada?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Leia o Hai-kai de Millôr Fernandes:

“É impudico
Só ter fortuna
O rico”

Qual a figura de linguagem utilizada?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Na frase: “Leia para não perder. Anuncie para ganhar” temos a figura de linguagem antítese, pois consiste em
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Quantos fonemas tem a palavra chique?
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Assinale a alternativa em que a grafia da palavra está CORRETA.
Texto associado.
Leia o texto para responder as questões de 1 a 5.

                A barca da tartaruga

Caiu chuva tão forte, tão forte, que durou dias e
noites¹. A água subiu, saltou dos rios, encobriu
os campos, a matas e, por fim, os montes². Não
se via árvore, bicho, uma ave que fosse3. Todos
haviam fugido ou sido levados pela enchente4.
A tartaruga, não5. Ela não foi boba6. Não fugiu
para o monte como fizeram os outros7.
O que fez foi estar sossegada em cima de uma
árvore caída na floresta8. Levou para lá as suas
coisas e comida para muitos dias9. A água
chegou e foi levando o tronco e a tartaruga em
cima do tronco10. E lá iam, de um lado pra o
outro, o tronco sobre a água e a tartaruga sobre
o tronco11.

DONATO, Hernâni. Contos dos meninos índios. São Paulo:
Melhoramentos, 2005. p. 85.
Assinale a alternativa que apresenta um ditongo.

Deixe seu comentário (2)

Foto de perfil Larissa Beatriz Catrinck Campos
Por Larissa Beatriz Catrinck Campos em 08/08/2015 15:41:29
não entendi a questão numero 5 :/ uma vez que contem o verbo ir
Foto de perfil BRENO BORGES
Por BRENO BORGES em 19/07/2014 10:35:51
Acertei 50%, mas não valeu porque chutei algumas que acertei