Perito Criminal - Moléculas, Células e Tecidos - Polícia Civil DF

Responda as 10 questões do simulado abaixo (Perito Criminal - Moléculas, Células e Tecidos - Polícia Civil DF). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

10 questões Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior

32 resolveram
33% acertos
Difícil
0 gabaritaram
0 ótimo
8 bom
20 regular
4 péssimo

1Questão 60716. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

O aparecimento do microscópio eletrônico de transmissão (MET) revolucionou a pesquisa científica, aprimorando drasticamente várias áreas, tanto das ciências biológicas quanto da ciência dos materiais. Como resultado das novas observações que ele tornou possíveis, a compreensão da organização dos tecidos vegetais e animais foi enormemente ampliada, e muitos conceitos a respeito da construção e função celulares foram radicalmente alterados. Com relação à microscopia eletrônica de transmissão, assinale a alternativa correta.

2Questão 60717. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

A replicação do DNA ocorre em uma estrutura chamada de forquilha de replicação e requer a cooperação de várias proteínas, entre elas a (1) DNA-primase e as (2) topoisomerases. Quanto a essas duas enzimas, assinale a alternativa correta.

3Questão 60718. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

Nas últimas décadas, a genética molecular propiciou um grande avanço na capacidade de identificação humana. No início, esse conhecimento era tratado de modo difuso, trabalhoso e com baixa credibilidade no meio forense. Então, nos anos 1990, houve um movimento governamental e científico para padronizar procedimentos nos laboratórios forenses, de modo a unificar a linguagem de troca de informações genéticas e facilitar a interpretação dos resultados. Nesse cenário, a análise de marcadores polimórficos associada aos bancos de dados de DNA forense tornam-se elementos fundamentais para solucionar crimes sem suspeitos. Considerando essas informações, acerca dos marcadores moleculares polimórficos de DNA, assinale a alternativa correta.

4Questão 60719. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

Acerca da técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR), assinale a alternativa correta.

5Questão 60720. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

A respeito do processo de transcrição em eucariotos, assinale a alternativa correta.

6Questão 60721. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

Em casos de assédio sexual ou estupro nos quais há mistura de perfis de DNA encontrado, a técnica mais indicada para a identificação do suspeito é a análise

7Questão 60722. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

O uso dos marcadores moleculares Single Nucleotide Polymorphisms (SNPs) em detrimento dos Short Tandem Repeat (STRs) autossômicos na identificação do autor de determinado crime ocorre

8Questão 60723. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

Algumas proteínas contêm grupos químicos além de aminoácidos, os quais ficam permanentemente associados a elas. Essas proteínas são denominadas

9Questão 60724. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

Considere hipoteticamente que, em uma amostra de DNA retirada de tecido humano encontrado em uma cena de crime, a adenina constitui 16% do total. Nesse caso, a proporção relativa às bases nitrogenadas esperada nessa amostra de DNA é de

10Questão 60725. Biologia, Moléculas Células e Tecidos, Perito Criminal, Polícia Civil DF, IADES, Ensino Superior, 2016

O desenvolvimento da engenharia genética permitiu a retirada de genes de uma espécie e a posterior introdução deles em outro indivíduo de espécie diferente. Com essa ferramenta em mãos, o homem foi capaz de reproduzir genes de interesse.

COSTA, Marco Antônio F.; COSTA, Maria de Fátima B. Biossegurança de OGM: uma visão integrada. Rio de Janeiro: Publit, 2009, p. 154, com adaptações.

Com base nos conceitos de organismos geneticamente modificados (OGMs), assinale a alternativa correta.

Conteúdo recomendado...